Superintendência do Iphan em São Paulo realiza palestra sobre “minkas” no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de SP – campus Registro

O arquiteto Victor Hugo Mori proferiu palestra sobre as construções rurais japonesas no Vale do Ribeira  foto : B. Bertagna

O arquiteto Victor Hugo Mori proferiu palestra sobre as construções rurais japonesas no Vale do Ribeira                         foto : B. Bertagna

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia  – IFSP Campus Registro recebeu no final de outubro a apresentação da palestra do arquiteto Victor Hugo Mori, da Superintendência do Iphan em São Paulo, sobre as construções rurais japonesas, as “minkas“, ainda remanescentes dos primórdios da colonização japonesa no Brasil e que se situam no Vale do Ribeira, mais especificamente em Registro.  A palestra teve a abertura da arquiteta Anna Beatriz Ayroza Galvão, Superintendente do Iphan em São Paulo e foi assistida por alunos dos cursos regulares de mecatrônica, logística e edificações do IFSP. Na ocasião também foram feitos contatos entre a Casa do Patrimônio Vale do Ribeira com a diretoria do IFSP – Campus Registro para estreitar o intercâmbio na área do Patrimônio Cultural entre as duas entidades.

Veja aqui o conteúdo completo em PDF das apresentações>>>  MINKA 1 e MINKA 2

E já que o assunto é o uso da cal…

A-Cal-de-Sambaqui

Clique na imagem para ir ao artigo completo

O arquiteto do Iphan/SP, Victor Hugo Mori apresentou este trabalho no ano de 1987, no curso de Especialização : Patrimônio Cultural – FAU-USP / FUPAM , “Técnicas Construtivas e Programas da Arquitetura Tradicional Paulista” , ministrada pelo Prof. Carlos Cerqueira Lemos.

“Nos primeiros séculos o uso da cal nas construções foi extremamente raro no planalto e predominou largamente no litoral paulista , extraída das ostreiras . O aproveitamento das conchas de sambaquis para o fabrico da cal precedeu em muito a cal extraída do calcáreo, e sua utilização no primeiro século foi com extrema parcimônia, restrita às edificações de importância. ”

Clique na imagem ou  >  aqui para ver em PDF o artigo completo > A cal de sambaqui 1987 , do arq. Victor Hugo Mori

Leia também > Workshop de uso da cal desvenda mitos sobre suas aplicações, em Iguape/SP

Presépio de crochet feito pela Dona Suzu Okiyama (90 anos) em Registro/SP

foto: Victor Hugo Mori

foto: Victor Hugo Mori

A Dona Suzu Okiyama (a casa dela está tombada pelo Iphan) tem 90 anos e fazia crochet “até quando as mãos estavam firmes” disse-me  ela. O que achei legal é a mistura das coisas. Os japoneses de lá são Anglicanos, fazem até crochet e inclusive Presépios para o Natal como ensinou São Francisco, e as figuras tem muito de japonês. No presépio da foto , o bebê está vestido (embrulhado e amarrado) como os bebês japoneses.

Victor Hugo Mori