Casa do Patrimônio Vale do Ribeira faz parte do Conselho Municipal de Turismo de Iguape

comtur

A Casa do Patrimônio Vale do Ribeira , uma iniciativa da Superintendência do IPHAN em São Paulo em conjunto com a Prefeitura de Iguape vem promovendo atividades de educação patrimonial e participando ininterruptamente desde 2010 do cenário cultural , histórico e ambiental da cidade.

Na primeira reunião ordinária do Comtur (Conselho Municipal de Turismo) de Iguape , mais uma vez a Casa do Patrimônio foi nomeada para fazer parte do Conselho na gestão 2017/2018.

A missão do Conselho é consolidar parcerias e proporcionar, através de suas ações, o envolvimento e o comprometimento dos mais variados setores sócio-econômicos do município no fomento da atividade turística , sendo uma uma instância de planejamento participativo nas gestões locais,  constituído como um fórum deliberativo no tema .

Anúncios

Exposição fotográfica de Henrique Pellerin continua na Casa do Patrimônio Vale do Ribeira

Cartaz

O artista iguapense de 23 anos Henrique Pellerin possui formação profissional em Artes Visuais pelo “Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo”, participou de diversas oficinas voltadas para as áreas de fotografia e artes.

Seu interesse em fotografia surgiu em 2010 quando começou a estudar Artes Visuais, daí por diante decidiu se especializar nesta área e utilizar a fotografia como meio de criação e expressão artística.

Henrique Pellerin participou de diversos projetos, entre eles se destacam o “Projeto Fotografe SP” de 2011, coordenado pelo fotógrafo Elias Gomes, quando dentro do festival Revelando São Paulo apaixonou-se pela Cultura Tradicional Paulista.

IMG_0759

Em 2012, foi convidado pelos Artistas Raurício Barbosa e Diego Dionísio para fazer parte do “Projeto Iguape In-Concretus”, onde por meio da parceria entre a Prefeitura Municipal de Iguape e o IPHAN, através da Casa do Patrimônio Vale do Ribeira, realizou-se a exposição fotográfica “Patrimônio Vivo”.

Hoje Henrique faz parte da “Residência Artística Vale do Ribeira” que é coordenada pelo Artista Visual Fernando Caixeta.

No final de 2011 com o trabalho “Carnavalidades” foi premiado no Salão de Artes Visuais da Universidade Estácio Radial. Neste ano (2015) está representando o Município de Ilha Comprida no “Mapa Cultural Paulista”, na categoria Fotografia com o trabalho “A Rainha” de 2012.

A exposição “Olhares ao Bom Jesus” fica em cartaz na Casa do Patrimônio Vale do Ribeira até 31 de agosto.

A Casa do Patrimônio Vale do Ribeira é uma iniciativa da Superintendência do IPHAN em São Paulo em conjunto com a Prefeitura de Iguape.

Serviço:

Exposição Fotográfica “Olhares ao Bom Jesus
Artista: Henrique Pellerin
Curadoria: Myrian Teresa F. Veiga Signorini
Início: 27/julho\2015 – segunda-feira
Horário: 9:00 às 12:00 / 14:00 às 18:00
Local: Casa do Patrimônio Vale do Ribeira. Rua 15 de Novembro 218– Iguape/SP.
Site: www.henriquepellerin.46graus.com e www.facebook.com/hpellerinfotografia

Logo- H Pellerin

Superintendência do Iphan em São Paulo realiza palestra sobre “minkas” no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de SP – campus Registro

O arquiteto Victor Hugo Mori proferiu palestra sobre as construções rurais japonesas no Vale do Ribeira  foto : B. Bertagna

O arquiteto Victor Hugo Mori proferiu palestra sobre as construções rurais japonesas no Vale do Ribeira                         foto : B. Bertagna

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia  – IFSP Campus Registro recebeu no final de outubro a apresentação da palestra do arquiteto Victor Hugo Mori, da Superintendência do Iphan em São Paulo, sobre as construções rurais japonesas, as “minkas“, ainda remanescentes dos primórdios da colonização japonesa no Brasil e que se situam no Vale do Ribeira, mais especificamente em Registro.  A palestra teve a abertura da arquiteta Anna Beatriz Ayroza Galvão, Superintendente do Iphan em São Paulo e foi assistida por alunos dos cursos regulares de mecatrônica, logística e edificações do IFSP. Na ocasião também foram feitos contatos entre a Casa do Patrimônio Vale do Ribeira com a diretoria do IFSP – Campus Registro para estreitar o intercâmbio na área do Patrimônio Cultural entre as duas entidades.

Veja aqui o conteúdo completo em PDF das apresentações>>>  MINKA 1 e MINKA 2

Reunião técnica do IPHAN em Iguape/SP apresenta projeto de restauração do “Sobrado dos Toledos” à Mitra Diocesana

a-reunião
Uma reunião técnica promovida pela Superintendência do Iphan em São Paulo, ocorrida na Casa do Patrimônio Vale do Ribeira, em Iguape/SP apresentou para os representantes da Mitra Diocesana de Registro, e técnicos da Superintendência  o projeto de restauração e novo uso do prédio “Sobrado dos Toledos” , de propriedade da Igreja Católica .
A apresentação ficou a cargo da arquiteta Milena Migoto, coordenadora do projeto de restauro desenvolvido pela empresa Atempo Preservação e Restauro , vencedora da licitação. ” O maior desafio foi associar as necessidades de restauração ao novo uso do imóvel e transformá-lo em um espaço multiuso abrigando desde o atendimento aos romeiros durante os festejos a Bom Jesus de Iguape, a palestras e eventos culturais durante o restante do ano” – disse Migoto.
Para a Superintendente do Iphan em São Paulo, arquiteta Anna Beatriz Ayroza Galvão ” o projeto do Sobrado dos Toledos é mais um presente que o Ministério da Cultura, através do Iphan em São Paulo oferece à nossa querida Iguape. Representa um passo decisivo para que se iniciem as tão esperadas obras de restauração dessa casa, desse marco monumental da cidade “
fellipe
Segundo o advogado Fellipe Fortes, representante da Mitra Diocesana em todas as tratativas envolvendo a recuperação do prédio, ““a restauração do Sobrado dos Toledos, não representa apenas a preservação do Patrimônio Histórico, mas também um passo ao futuro com a criação da “Casa do Romeiro”, cujo fim é acolher os devotos do Bom Jesus”
Para o Pe. Jaime Marcelo Maria Gato, ” é um sonho se realizando. Hoje participei da apresentação do projeto do Prédio do Toledo conhecido em Iguape como Prédio do Santo, só tenho em agradecer ao Ministério da Cultura e o IPHAN de São Paulo, junto com a Paróquia de N. Sra das Neves de Iguape, pelo grande presente que estarão dando a toda população Iguapense, a restauração do prédio do Santo, tornando assim um sonho realizado para todos nós e principalmente para a historia viva de nossa querida cidade a Princesa do Litoral (Iguape). “

Este slideshow necessita de JavaScript.

O  prédio foi construído na primeira metade do século XIX por José Carlos de Toledo, um dos homens mais ricos do seu tempo, mas que morreu empobrecido. Após, foi confiscado pela Justiça e em 1879, os herdeiros adquiriram o sobrado do Juízo Municipal de Iguape.  Em 1931, devotos do Bom Jesus, os herdeiros doaram o prédio ao Santuário de Iguape para que abrigasse romeiros pobres durante as festividades do padroeiro, que hoje é conhecida como a segunda maior festa religiosa do estado de São Paulo. Nesta época o prédio era conhecido como “Sobrado do Santo”. Depois de alguns anos, foi dividido e alugado a diversos empreendimentos locais, como clubes, bares, associações e até um cine teatro.

Nesta segunda, dia 17, tem “Colóquios Patrimoniais” na Casa do Patrimônio Vale do Ribeira em Iguape/SP

milena-palestra-2

Nosso bate papo informal será nesta segunda-feira, dia 17, às 9:00 hs na Casa do Patrimônio, com a arquiteta especialista em conservação e restauração de monumentos e conjuntos históricos Milena Migoto, da empresa Atempo Preservação e Restauro, que venceu a licitação feita pela Superintendência do Iphan em São Paulo e está sendo responsável pela elaboração dos projetos do Sobrado dos Toledos e do Paço Municipal, em Iguape.

milena-palestra

A Casa do Patrimônio Vale do Ribeira conta com sua presença !

Reunião entre Companhia de Restauro, Prefeitura de Iguape e Iphan ajusta procedimentos para início da restauração do Correio Velho, em Iguape

reuniao-pmi

Uma reunião nesta segunda-feira (10) entre representantes da empresa Companhia de Restauro, da Prefeitura Municipal de Iguape e da Superintendência do Iphan em São Paulo definiu alguns procedimentos técnicos e administrativos que serão adotados na obra de restauro do Correio Velho, situado na Praça São Benedito em Iguape. Esta obra, executada pela Prefeitura Municipal de Iguape com verbas oriundas do IPHAN,  está sendo aguardada com muito interesse por parte da população . O “Correio Velho” é um imponente prédio construído em 1839. Após a sua restauração ele deve abrigar um centro cultural e de memória. O edifício, com paredes externas de pedra e um conjunto de janelas e sacadas, passou por reforma em 1893, ao ser adquirido pelo coronel Agostinho José Moreira Rollo. Pertenceu depois ao comendador João Mâncio da Silva Franco e, a partir de 1926, passou a abrigar a agência dos Correios e Telégrafos até 1951. O telhado de duas águas desabou e foi removido. Segundo a tradição oral, o prédio também abrigou as tropas do General Osório e de Duque de Caxias em viagens ao sul do País, durante a Guerra do Paraguai.