Oficinas de Culinária Tradicional Caiçara começam dia 16 de agosto, em Iguape / SP

foto: Myrian Teresa

Por Eliana Rocha

A OFICINA DE CULINÁRIA TRADICIONAL CAIÇARA, faz parte do ciclo de“Oficinas de Transmissão de Saber” do projeto Gerando renda, motivando cidadãos e será ministrada pela artesã Cleide de Moraes Carneiro.

A oficina é gratuita e será oferecida para até vinte pessoas, sendo duas turmas de dez, com quatro aulas por semana num total de 32 horas de aulas. Terá início no dia 16/08, nas terças e quartas-feiras uma turma e quintas e sextas-feiras outra turma, das 14 às 17 horas no CRAS do bairro do Rocio.

TRADIÇÃO FAMILIAR

Além de artesã e cofundadora da AAPCI, Cleide Carneiro também é apaixonada por culinária e aprendeu desde pequena, coma sua família, como preparar os deliciosos pratos caiçaras.

“Nós aumentamos o tempo das aulas, pois nós vamos fazer pratos elaborados na apresentação entre as alunas para que se conheçam entre si e depois vamos tomar um chá, onde pretendo falar sobre a história da culinária caiçara e o porquê da preservação esta tradição”, fala.

“Estes pratos tradicionais iguapenses, mais propriamente dito, foram se perdendo no decorrer do tempo e muitas pessoas não sabem fazer. Como por exemplo, a tainha recheada com frutos do mar, a moqueca de manjuba ou um arroz com marisco, o “lambe-lambe” como a gente fala. Hoje em dia não há mais esta transmissão de saber entre as famílias e quando vamos a um restaurante, na cidade, é difícil encontrar pratos com a nossa identidade”, conta Cleide.

“Dentro deste projeto de geração de renda é importante que as participantes, cuja a metade são de pessoas de renda vulnerável assistidas pelo CRAS, por meio do aprendizado,possam ter mais uma forma de geração de renda. Elas vão aprender estes pratos que não fazem parte do dia a dia delas e, inclusive, podem até trabalharem restaurantes. Eu pretendo em cada aula, na medida do possível, ensinar um prato diferente e explicar que na culinária tradicional caiçara não existe ouso de temperos industrializados, ressaltando a importância do uso de produtos orgânicos da feirinha ou mesmo, da própria horta”, finaliza Cleide.

OFICINA DE DOCES E COMPOTAS

Começa a partir do dia 20/08, a segunda turma da Oficina de Doces e Compotas, ministrada por Marli Yukiko Matsuo Nishidate.  As aulas serão todos os sábados das 9 às 13 horas no Programa “Escola da Família” no Colégio José Muniz Teixeira no bairro do Rocio.

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES: As inscrições para a Oficina de Pratos Tradicionais Caiçaras encontram-seabertas e os interessados devem procurar o Mercado de Artesanato e Cultura localizado na Avenida Princesa Isabel, 708 no Centro Histórico de Iguape -Telefone (13) 3841-1016.

Anúncios