Curso de Turismo da ETEC de Iguape visita a Casa do Patrimônio Vale do Ribeira

Nesta segunda-feira, 19/10, os alunos do Curso Técnico de Turismo da ETEC , coordenados pela Profª Cássia Massa visitaram a Casa do Patrimônio Vale do Ribeira, ocasião em que participaram de uma palestra de Educação Patrimonial.

Conhecida na Região do Vale do Ribeira como o “Colégio Agrícola de Iguape“, a ETEC Enhenheiro Agrônomo Narciso de Medeiros exibe beleza natural, integração com o meio ambiente e qualidade de ensino. Instalada em 1971, ofereceu sua única Habilitação Técnica em Agropecuária até 1998. A partir de 1999, foram implantados os cursos Técnicos de Agricultura, Turismo, Meio Ambiente e Florestal.

Em 2003 foi implantado o curso de Hotelaria e recentemente em 2007 foi implantado o curso técnico em Informática, definindo, assim, sua missão de firmar-se como um centro gerador, capacitador e difusor de tecnologias ambientais e formador de técnicos capazes de operacionalizar mudanças no Vale do Ribeira.

Possui uma área de 53 alqueires, rica em recursos naturais, (80% de sua área), inserida na APA CIP (Cananéia, Iguape, Peruíbe) Área de Proteção Ambiental.

Anúncios

Casa do Patrimônio promove palestra de Educação Patrimonial para turma da 3ª Idade de Cajati / SP

Nesta sexta, 9 , a Casa do Patrimônio Vale do Ribeira , situada em Iguape/SP recebeu uma expressiva turma da 3ª idade da cidade de Cajati / SP , também situada no Vale. Uma palestra de Educação Patrimonial e História Regional foi ministrada para uma turma atenta e interessada em detalhes do patrimônio cultural iguapense e do Vale do Ribeira.

Gente que vem… Escola Waldorf Moara / DF

escola brasilia

Esta semana a Casa do Patrimônio Vale do Ribeira recebeu alunos da Escola Waldorf Moara, de Brasília/DF que assistiram uma bela palestra de educação patrimonial , ressaltando os aspectos históricos, da cultura caiçara, do patrimônio material edificado e do patrimônio imaterial de Iguape e de todo o Vale do Ribeira.

Valeu !

iguape placa

Educação Patrimonial para as crianças da SABRO na Casa do Patrimônio

SABRA

Alunos da SABROSociedade de Amigos do Bairro do Rocio, da cidade de Iguape/SP acompanhados pela Professora Simone Silva, estiveram com seu primeiro grupo de alunos visitando a Casa do Patrimônio Vale do Ribeira, onde assistiram uma palestra de Educação Patrimonial .

Casa do Patrimônio Vale do Ribeira realiza “Trilha da Memória” com alunos da Escola Waldorf , em Iguape/SP

DSC07293

A Escola Waldorf usa um método diferenciado de ensino oriundo da Alemanha.

Seus alunos tem em sua formação, Poesia, Meio-Ambiente, Botânica e Canto Coral. A Casa do Patrimônio Vale do Ribeira os recebeu para um completo estudo do meio.

Neste fim de semana estiveram presentes 25 alunos acompanhados de 3 professores, coordenados pelo Prof. Mathias Muibad .

De bicicleta seguiram de Pedro de Toledo pela Estrada Municipal do Despraiado, chegando em Iguape na noite de sábado.No domingo depois de uma palestra na Casa do Patrimônio os alunos e professores foram fazer a Trilha da Memória , tratando de aspectos do patrimônio histórico e cultural de Iguape,

Após, na Basílica do Bom Jesus de Iguape se explicou sobre o achado da Imagem, sua construção e arte sacra. Para surpresa de todos presentes os alunos entraram em formação no Altar Mor e cantaram várias músicas em Latim, Italiano e Alemão em forma de agradecimento que encantou aos turistas e fiéis que estavam em visita ao Santuário , arrancando aplausos de todos.

O dia a dia na Casa do Patrimônio

benedito-2

A semana começou com uma palestra de educação patrimonial e depois visita dos alunos da escola Benedito Rosa Carneiro, de Ensino Fundamental à exposição fotográfica “Jongo no Sudeste”.

Educação Patrimonial com jovens da APAE acontece em Iguape, na Casa do Patrimônio

Clique nas imagens para ampliar e iniciar o slideshow

Uma belíssima ação de Educação Patrimonial aconteceu nesta semana na Casa do Patrimônio Vale do Ribeira, em Iguape /SP.

Cerca de 20 jovens da APAE tiveram a oportunidade de assistir e interagir, junto com seus monitores,  em palestras ministradas  sobre a importância do patrimônio histórico e da arte na vida cotidiana das sociedades.

Todos ganharam uma cartilha, minuciosamente preparada para esta ação educativa.

Na sequência, os jovens visitaram os monumentos, casarões e igrejas que compõem o Centro Histórico de Iguape, quando fizeram uma visita guiada a estes prédios seculares.

“Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos” é lançado em versão on-line

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) lançou a versão online da publicação Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos. A expectativa é que a publicação seja um marco institucional que referencie as ações e experiências no âmbito da Educação Patrimonial, de forma a articular de maneira participativa as unidades do IPHAN, outras instâncias governamentais e a sociedade civil como agentes de uma política com abrangência nacional.

Produzido pela Coordenação de Educação Patrimonial (Ceduc) do Departamento de Articulação e Fomento (DAF/IPHAN), a publicação é resultado de um percurso amplo de debates, pesquisas teóricas e avaliações das práticas e ações educativas voltadas à preservação do Patrimônio Cultural, dentro e fora do IPHAN. Seu conteúdo consolida as atuais diretrizes conceituais e macroprocessos institucionais com os quais o IPHAN tem atuado. O trabalho marca o esforço em constituir o campo da Educação Patrimonial como uma área finalística, de caráter transversal e dialógico, dedicada à promoção, coordenação, integração e avaliação da implementação de programas e projetos educativos no âmbito da Política Nacional do Patrimônio Cultural.

Dividido em três partes, o livro Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos descreve, em primeiro lugar, a trajetória histórica de ações educativas dentro do IPHAN, destacando documentos, iniciativas e projetos utilizados como estratégia de proteção e preservação do patrimônio sob sua responsabilidade. Em seguida, volta-se para a descrição dos fundamentos conceituais que amparam as atuais políticas da área. Por fim apresenta os três macroprocessos institucionais desenvolvidos pela Ceduc: inserção do tema patrimônio cultural na educação formal; gestão compartilhada das ações educativas; e a instituição de marcos programáticos no campo das ações de Educação Patrimonial.

Para ter acesso à publicação Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos clique aqui.

Casa do Patrimônio de João Pessoa/PB publica 3º Caderno de Educação Patrimonial

A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na Paraíba – Iphan/PB, por meio da Casa do Patrimônio de João Pessoa,  publica o terceiro volume da série de Cadernos Temáticos de Educação Patrimonial. Intitulado “Educação, memórias e identidades”, o Caderno Temático tem como objetivo apresentar aos professores e demais interessados textos de referências sobre Educação Patrimonial, bem como diferentes experiências de atuação com Educação Patrimonial desenvolvidas no Estado da Paraíba, seja na escola ou fora dela.

Parte dos textos foi produzida pelos participantes do curso “Educação Patrimonial: Reflexões e Práticas”, que a Casa do Patrimônio de João Pessoa promoveu na Estação Cabo Branco, no mês de outubro de 2012. Além desses, compõem o caderno o artigo de Elinaldo Braga, que trata das bandas cabaçais do sertão paraibano; a experiência relatada por Daniella Lira, baseada em sua pesquisa para o mestrado em patrimônio cultural do Iphan, sobre a identidade sertaneja paraibana, a partir das marcas de ferrar gado e das tradições dos vaqueiros e ferreiros; e o texto do poeta e museólogo Mário Chagas, que reflete sobre o jogo político entre a Educação, o museu e o patrimônio cultural.

O objetivo é que o Caderno Temático possa oferecer oportunidades de reflexão e aprofundamento aos professores sobre os processos educativos e sua relação com as memórias e identidades dos seus alunos, partindo do contexto sociocultural da comunidade e do seu entorno, estimulando um novo olhar para a escola e o território no qual está inserida.

Confira aqui o terceiro volume da série de Cadernos Temáticos de Educação Patrimonial.

fonte: cadernosdopatrimonio.org