Oficinas de Culinária Tradicional Caiçara começam dia 16 de agosto, em Iguape / SP

foto: Myrian Teresa

Por Eliana Rocha

A OFICINA DE CULINÁRIA TRADICIONAL CAIÇARA, faz parte do ciclo de“Oficinas de Transmissão de Saber” do projeto Gerando renda, motivando cidadãos e será ministrada pela artesã Cleide de Moraes Carneiro.

A oficina é gratuita e será oferecida para até vinte pessoas, sendo duas turmas de dez, com quatro aulas por semana num total de 32 horas de aulas. Terá início no dia 16/08, nas terças e quartas-feiras uma turma e quintas e sextas-feiras outra turma, das 14 às 17 horas no CRAS do bairro do Rocio.

TRADIÇÃO FAMILIAR

Além de artesã e cofundadora da AAPCI, Cleide Carneiro também é apaixonada por culinária e aprendeu desde pequena, coma sua família, como preparar os deliciosos pratos caiçaras.

“Nós aumentamos o tempo das aulas, pois nós vamos fazer pratos elaborados na apresentação entre as alunas para que se conheçam entre si e depois vamos tomar um chá, onde pretendo falar sobre a história da culinária caiçara e o porquê da preservação esta tradição”, fala.

“Estes pratos tradicionais iguapenses, mais propriamente dito, foram se perdendo no decorrer do tempo e muitas pessoas não sabem fazer. Como por exemplo, a tainha recheada com frutos do mar, a moqueca de manjuba ou um arroz com marisco, o “lambe-lambe” como a gente fala. Hoje em dia não há mais esta transmissão de saber entre as famílias e quando vamos a um restaurante, na cidade, é difícil encontrar pratos com a nossa identidade”, conta Cleide.

“Dentro deste projeto de geração de renda é importante que as participantes, cuja a metade são de pessoas de renda vulnerável assistidas pelo CRAS, por meio do aprendizado,possam ter mais uma forma de geração de renda. Elas vão aprender estes pratos que não fazem parte do dia a dia delas e, inclusive, podem até trabalharem restaurantes. Eu pretendo em cada aula, na medida do possível, ensinar um prato diferente e explicar que na culinária tradicional caiçara não existe ouso de temperos industrializados, ressaltando a importância do uso de produtos orgânicos da feirinha ou mesmo, da própria horta”, finaliza Cleide.

OFICINA DE DOCES E COMPOTAS

Começa a partir do dia 20/08, a segunda turma da Oficina de Doces e Compotas, ministrada por Marli Yukiko Matsuo Nishidate.  As aulas serão todos os sábados das 9 às 13 horas no Programa “Escola da Família” no Colégio José Muniz Teixeira no bairro do Rocio.

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES: As inscrições para a Oficina de Pratos Tradicionais Caiçaras encontram-seabertas e os interessados devem procurar o Mercado de Artesanato e Cultura localizado na Avenida Princesa Isabel, 708 no Centro Histórico de Iguape -Telefone (13) 3841-1016.

Anúncios

Culinária Caiçara : Festa da Tainha acontece em Iguape / SP entre os dias 14 e 17 de julho

fest tainhaEntre os dias 14 e 17 de julho acontece em Iguape/SP a 24ª edição da tradicional Festa da Tainha, no bairro do Icapara , um dos cartões postais de Iguape.  Na festa, o visitante poderá experimentar comidas típicas regionais e o  prato estrela da festa, a tainha, que será servida  assada ou recheada. Para animar a festa,  shows dos grupos Peixe com Banana(dia 14/07), Jeferson Luiz e Junior(15/07), Caio Cesar e Diego(16/07) e Netto Pio e banda(17/07). Todos os shows acontecem a partir das 21 horas no Centro de Eventos do bairro do Icapara. A Festa é uma realização da Prefeitura de Iguape através do Departamento de Cultura e Eventos.

Clique aqui e aprenda a fazer  uma deliciosa receita de tainha na folha de bananeira !

Como Chegar em Icapara

como-chegar

Distância Curitiba a Icapara : 265 km     Distância São Paulo a Icapara : 215 km

Culinária Caiçara : Cação ao Molho

foto: comidageladinha.wordpress.com

foto: comidageladinha.wordpress.com

Ingredientes

1 kg de postas de cação azul
500 g de camarão rosa
1 colher (chá) de sal (3,5 g)
2 colheres (sopa) de óleo (30 ml)
Uma cebola grande picada
Um pimentão verde cortado em tiras
2 tomates médios cortados em rodelas
Uma xícara (chá) de água fervente (240 ml)
Uma xícara (chá) de polpa de tomate (240 ml)
Uma xícara (chá) de coentro picado ( 240 ml)

Modo de preparo

Em uma vasilha, coloque o peixe, tempere com sal e limão à gosto e deixe apurando de 6 a 8 horas.
Em outra vasilha, coloque os camarões e faça o mesmo procedimento do peixe, para tomar gosto.
Em uma panela grande, aqueça o óleo e refogue a cebola em fogo médio, até começar a murchar. Junte o pimentão e refogue por mais 5 minutos. Acrescente o tomate, a água, a polpa de tomate , e cozinhe em fogo baixo, com a panela semi-tampada por 5 minutos, ou até que o molho tome corpo. Coloque o peixe, os camarões e tampe a panela, deixando cozinhar por mais 10 minutos, ou até o peixe estar visualmente cozido.
Salpique o coentro, retire do fogo e sirva em seguida. Se a pessoa gostar, pode acrescentar ao prato azeite de dendê, pimenta à gosto e leite de côco.

Receita do chef Wenceslau

Veja também > Culinária Caiçara : Tainha na folha de bananeira

Culinária Caiçara : Tainha na folha da bananeira

Tainha na folha da bananeira.
Ingredientes.
1 tainha de 1kg a 1,5Kg, limpa e aberta.
1 limão amarelo (limão do sítio)
sal
Uma folha da bananeira passada no bico do gás.
1 cebola média
Cheiro verde a gosto.
De 8 a 10 folhas de alfavaca.
1 xícara de camarão sete barbas ou pitú.
1 pimentão pequeno.
2 dentes de alho.
1 pimenta sem as sementes.
2 xícaras de farinha de mandioca (do Momuna, de preferência)
Barbante.
Palitos de dente.
Modo de fazer.
Temperar a tainha depois de limpa com o suco do limão e sal a gosto e deixar ao lado para descansar.
Levar numa frigideira um pouco de óleo, a cebola,o tomate, o alho, o pimentão, o cheiro verde e a alfavaca todos picadinhos e temperar com sal.
Quando o refogado já estiver consistente colocar o camarão e refogar junto por mais uns 5 minutos ( camarão não se cozinha muito).
Adicionar a farinha para fazer uma farofa meio molhada, provar o sal e colocar a pimenta sem sementes e bem picadinha,
Farofa feita, pegar a tainha e com uma colher vá recheando a barriga dela.
Feita esta etapa vamos pegar os palitos de dente e espetá-los em suas laterais e tecer o barbante para fechar.
Colar um bom pedaço da folha da bananeira numa assadeira e embrulhá-la.
Após levar ao forno médio entre 30 a 40 minutos.
Desembrulhar e servir com um arroz branco e salada.DSC05559 DSC05561 DSC05565

DSC05570

fotos: Myrian Teresa

Veja também : Culinária Caiçara : Cação ao Molho