Fantástico álbum da Imigração Japonesa entre 1913-1933, no Vale do Ribeira

album-capa

Clique na imagem para ir ao álbum, em PDF

Album Imigração Japonesa no Vale do Ribeira 1913-1933 foi pacientemente escaneado pelo arq. Victor Hugo Mori, um dos maiores especialistas em arquitetura rural japonesa do IPHAN, devido ao expressivo número de pessoas , parentes e amigos que buscavam mais informações sobre esse fato importante da história nacional e japonesa. Resolvemos disponibizá-lo neste blog no intuito de preservar e aguçar a memória dos que contribuíram para esta época magnífica e de muito estoicismo daqueles imigrantes que, sem falar o português, se aventuraram por terras brasileiras, por terras do Vale do Ribeira.

Minka e Patrimônio Imaterial : Palestras movimentam a Casa do Patrimônio

O museólogo Júlio Abe discorreu sobre o patrimonio imaterial do Vale do Ribeira

O museólogo Júlio Abe discorreu sobre o patrimonio imaterial do Vale do Ribeira

Um show de conhecimento, simpatia e simplicidade marcou a retomada das palestras técnicas apresentadas pela Casa do Patrimônio Vale do Ribeira, neste último fim de semana. Utilizando como gancho as comemorações do Centenário da Colônia Katsura, os palestrantes arq. Victor Hugo Mori e museólogo Júlio Abe encantaram as pessoas presentes com conhecimento técnico e histórias simples do imigrante japonês que se fixou no Jipovura, em Iguape. Victor Hugo centrou sua fala na Minka, a casa rural japonesa que foi transplantada para o Vale do Ribeira.

victor-hugo-mori

O arquiteto da Superintendência do IPHAN em São Paulo apresentou também ilustrações em Power Point MINKA 1 e MINKA 2 que podem ser acessados aqui . Na sequência, Abe chamou a atenção para o patrimônio imaterial e a necessidade das pessoas do Vale sentirem orgulho do lugar onde vivem. Convidou a todos também para o museu de rua, que foi apresentado no sábado, durante o lançamento da maquete da praça japonesa que será construída em Iguape. Um fim de semana de cultura, conhecimento e reflexão .