Registro

MunicÍpio oriundo de um pequeno povoado situado às margens do Rio Ribeira de Iguape, Registro recebeu este nome por sua responsabilidade em registrar todo ouro explorado na região. Havia um agente de Portugal encarregado de cobrar o dÍzimo destinado à Coroa Portuguesa, antes que o ouro fosse levado a Iguape para ser fundido e vendido.
Além dos habitantes locais, muitos deles dedicados a plantaçðes de feijão, arroz e outros, houve a chegada dos imigrantes japoneses que, a princÍpio, não se fixariam definitivamente no Brasil, mas fariam riqueza e assim retornariam ao paÍs de origem.

As construçðes rústicas, o Rio Ribeira como única via de transporte, a economia decadente em virtude do ouro, já em extinção, denotavam a necessidade de um projeto mais ousado para o seu desenvolvimento.

Foi então que, com a instalação da Ultramarina de Implementos S.A (KKKK- Kaigai Kogyu Kabushiki Kaisha), autorizada a funcionar no Brasil pelo decreto 13.325 de 11 de dezembro de 1918, esta recebeu do governo brasileiro a doação de terras devolutas para que fossem distribuÍdas a esses imigrantes japoneses recém-chegados. Mesmo com dificuldades, eles conseguiram iniciar várias culturas para teste, como: arroz, café, cana, fumo, feijão, junco, abacaxi, laranja e também trabalharam na criação do bicho-da-seda. Entretanto, notaram que a diferença se faria com a banana e o chá preto, por melhor adaptação às condiçðes da região.

Em 30 de novembro de 1944, através do Decreto-lei 14.334, Registro emancipou-se de Iguape, tornando-se municÍpio, cuja instalação deu-se em 01 de janeiro de 1945.
Conhecida como a “Capital do Vale” ou “Capital do Chá”, este municÍpio tornou-se oficialmente o Marco da Colonização Japonesa no Estado de São Paulo, conforme Decreto nº 50.652, de 30 de março de 2006, por ter sido a primeira localidade a receber imigrantes japoneses interessados em investir em produção própria neste Estado.

Registro, com área de 722 Km², está localizado no Estado de São Paulo. Limita-se ao norte com o municÍpio de Juquiá, sul por Jacupiranga e Pariquera-Açu; a leste por Iguape e a Oeste por Eldorado e Sete Barras.

Registro tem acesso pela Rodovia Regis Bittencourt (BR 116); dista 187Km da cidade de São Paulo/SP, 170 Km de Sorocaba/SP, 182 Km de Santos/SP, 220 Km de Curitiba/PR e 260 Km de Campinas/SP. Outras Rodovias; a SP-139 liga Registro à cidade de São Miguel Arcanjo/SP e SP-127, à cidade de Itapetininga/SP. Registro conta com uma posição geográfica privilegiada: rota para as regiðes Sul/Sudeste do Brasil e para o mercado Comum do Cone Sul, o Mercosul.

fonte : Prefeitura Municipal de Registro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s