Iguape

foto: Basílica do Bom Jesus de Iguape / Wikipédia / Luciano Faustino

Rica em belezas naturais, Iguape abriga em seu território aproximadamente 70% de área natural protegida, que inclui a Estação Ecológica dos Chauás e cerca de 85% da Estação Ecológica Juréia-Itatins, além de estar parcialmente em Área de Proteção Ambiental (APA – Cananéia-Iguape-Peruíbe).

O município revela características geográficas bastante peculiares. Seu extenso território de 1.964 km² apresenta rios, morros, manguezais, praias e cachoeiras, compondo uma amostra singular de ecossistemas associados, além das Reservas de Mata Atlântica do Sudeste, tombadas pela UNESCO no ano de 1999 como Patrimônio da Humanidade. Iguape ainda faz parte do Circuito Turístico do Lagamar e é considerada a “Cidade Berço da Colonização Japonesa no Brasil”, título concedido por meio da Lei Federal nº 11.642 de 11 de janeiro de 2008.

Além das belezas naturais, possui atrativos culturais, históricos e religiosos. Fundada em 1538, encontrou no passado sustentação econômica nos ciclos do ouro e do arroz, período em que foram construídos os casarões coloniais, hoje tombados como patrimônio nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Ruínas das Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo em Iguape. A filial das Indústrias Reunidas, foi instalada em 1921, porém após a abertura do Canal do Valo Grande, o Mar Pequeno acabou assoreando. Poucos anos depois, o porto marítimo da cidade já não podia ser utilizado por embarcações de maior calado, impedindo assim a saída do arroz por aquele porto e levando à virtual destruição da cultura de arroz da cidade. A Matarazzo acumulou então prejuízos sucessivos por uma década, até que decidiu fechar sua filial em 1935, abandonando todas as suas máquinas e equipamentos. foto: Wikipédia/Luciano Faustino

As principais atrações turísticas de Iguape, também conhecida como a “Princesa do Litoral”, vêm justamente da cultura tradicional, da herança histórica, das belezas naturais e da fé, que leva milhares de romeiros a festejarem o Bom Jesus de Iguape.

O visitante é bem recebido, pois a hospitalidade é característica nata do iguapense. A cidade ainda conta com bons hotéis e pousadas, restaurantes com comidas típicas da região, eventos durante o ano inteiro e produtos e serviços de qualidade no comércio local.

Rua 9 de Julho antiga Rua Direita, década de 70 foto : Museu Municipal de Iguape

Iguape – Localização e números

Iguape está localizada no litoral sul paulista, na região do Vale do Ribeira. Integra-se na Bacia Hidrográfica do Ribeira e situa-se no corredor do Mercosul, entre duas importantes capitais: São Paulo e Curitiba. Tem acesso fácil, devido à duplicação da BR 116, seja por São Paulo (208 km) ou pelo Paraná (Curitiba – 260 km).

Área: 1.964 km²

População (dados IBGE 2008): 30.397

Clima: Tropical úmido, amplitude térmica de 22 ºC a 28 ºC, com expressivas quedas de temperatura nos meses de inverno, devido à sua localização já próxima à região Sul do país.

Principais Atividades Econômicas: Turismo, pesca, agricultura e comércio.

Topografia: Latitude 24º 42º sul; Longitude 47º 33º oeste; Altitude 3 metros.

Distâncias: Belo Horizonte – 705 km; Brasília – 1400 km;
Campinas – 244 km; Itapetininga – 213 km; Rio de Janeiro – 585 km; São Paulo – 208 km; Sorocaba – 179 km; Ribeirão Preto – 460 km; Santos – 183 km; Curitiba – 260 km;

Vias de acesso: Rodovia Federal Régis Bittencourt – BR-116; Rodovia Estadual Prefeito Casimiro Teixeira – SP-222 (Rod. Régis Bittencourt-São Paulo/Iguape); Rodovia Estadual Prefeito Ivo Zanella – SP-222 (Via Pariquera-Açú/Iguape).

fonte : Prefeitura Municipal de Iguape

Anúncios

Um pensamento sobre “Iguape

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s