Cena Caiçara : Valo Grande, em Iguape/SP

VALO-GRAND

Ao fundo, o Morro do Espia e o prédio e a chaminé remanescentes da Indústria de Pescados Única, antiga Matarazzo. Clique na imagem para ampliar.

A preservação do Morro do Espia deve ser tarefa de todos para que a paisagem de Iguape não sofra com interferências indevidas.

Fantástico álbum da Imigração Japonesa entre 1913-1933, no Vale do Ribeira

album-capa

Clique na imagem para ir ao álbum, em PDF

Album Imigração Japonesa no Vale do Ribeira 1913-1933 foi pacientemente escaneado pelo arq. Victor Hugo Mori, um dos maiores especialistas em arquitetura rural japonesa do IPHAN, devido ao expressivo número de pessoas , parentes e amigos que buscavam mais informações sobre esse fato importante da história nacional e japonesa. Resolvemos disponibizá-lo neste blog no intuito de preservar e aguçar a memória dos que contribuíram para esta época magnífica e de muito estoicismo daqueles imigrantes que, sem falar o português, se aventuraram por terras brasileiras, por terras do Vale do Ribeira.

Culinária Caiçara : Tainha na folha da bananeira

Tainha na folha da bananeira.
Ingredientes.
1 tainha de 1kg a 1,5Kg, limpa e aberta.
1 limão amarelo (limão do sítio)
sal
Uma folha da bananeira passada no bico do gás.
1 cebola média
Cheiro verde a gosto.
De 8 a 10 folhas de alfavaca.
1 xícara de camarão sete barbas ou pitú.
1 pimentão pequeno.
2 dentes de alho.
1 pimenta sem as sementes.
2 xícaras de farinha de mandioca (do Momuna, de preferência)
Barbante.
Palitos de dente.
Modo de fazer.
Temperar a tainha depois de limpa com o suco do limão e sal a gosto e deixar ao lado para descansar.
Levar numa frigideira um pouco de óleo, a cebola,o tomate, o alho, o pimentão, o cheiro verde e a alfavaca todos picadinhos e temperar com sal.
Quando o refogado já estiver consistente colocar o camarão e refogar junto por mais uns 5 minutos ( camarão não se cozinha muito).
Adicionar a farinha para fazer uma farofa meio molhada, provar o sal e colocar a pimenta sem sementes e bem picadinha,
Farofa feita, pegar a tainha e com uma colher vá recheando a barriga dela.
Feita esta etapa vamos pegar os palitos de dente e espetá-los em suas laterais e tecer o barbante para fechar.
Colar um bom pedaço da folha da bananeira numa assadeira e embrulhá-la.
Após levar ao forno médio entre 30 a 40 minutos.
Desembrulhar e servir com um arroz branco e salada.DSC05559 DSC05561 DSC05565

DSC05570

fotos: Myrian Teresa

Veja também : Culinária Caiçara : Cação ao Molho

Bons exemplos em Iguape/SP

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma boa pintura  , com cores e material adequado, valoriza  o conjunto arquitetônico da cidade. O prédio da foto é a da Esquina dos Sabores, situada na  Rua XV de Novembro com a Av. 9 de Julho, pintado recentemente. A retirada de uma propaganda na fachada contribuiu para deixar o visual mais leve e menos poluído.  O imóvel fica em destaque e a cidade é valorizada. Embaixo você pode ver o “antes e o depois “.  Parabéns !

bom-ex

bom-ex-5Veja também : Valorizando Iguape

 

Vale do Ribeira , o Japão tropical

Japoneses no Vale do Ribeira

Vejam  a “casa Minka” japonesa com telhado de palha e a produção agrícola do sitiante.
Álbum Comemorativo Vinte anos da Colônia de Registro, Katsura e Sete Barras 1913 – 1933 (textos em japonês)
Enviado por Victor Hugo Mori

Detalhe do Sobrado dos Toledos, em Iguape/SP

detalhe-sobrado

Detalhe do Sobrado dos Toledos, em Iguape/SP que será completamente restaurado pelo IPHAN, através do PAC Cidades Históricas 2. Além de acolher romeiros durante os festejos religiosos tradicionais da cidade, o Sobrado dos Toledos terá um uso continuado pela população com exposições, palestras, e espaço para reuniões comunitárias.

Detalhe do Sobrado dos Toledos, em Iguape/SP

sob-toledos

foto: Milena Migoto

A restauração do Sobrado dos Toledos, em Iguape/SP é uma obra do PAC2 Cidades Históricas.  O projeto de restauração se encontra em estágio avançado e se prevê , que ainda este ano, se realize a licitação e se iniciem as obras de restauro.

Caderno de Obra : Prédio do Correio Velho, em Iguape/SP

Esta série de posts “Caderno de Obra” está mostrando a evolução das obras de restauração do Correio Velho, da Casa de Fundição e futuramente do Paço Municipal e Sobrado dos Toledos, em Iguape.

As fotos acima mostram a situação no canteiro de obras do Correio Velho na data de 2 de junho de 2014, em Iguape/SP.

Construído no século XIX, marco da prosperidade iguapense, o prédio estava  em adiantado estado de deterioração, mas graças ao tombamento alcançado no ano de 2009, agora a cidade é contemplada com investimentos do Governo Federal para a total restauração do prédio trazendo de volta à Praça São Benedito o visual suntuoso das sacadas e telhados do Correio Velho, muito parecido como foi em sua concepção original pelo lado de fora e ainda abrigará importantes acervos em seu interior.

Segundo o site da Prefeitura de Iguape, “o prédio do Correio Velho, construído no antigo Largo de São Francisco, atual Praça São Benedito, foi inaugurado no ano de 1839. Reformado em 1893, foi adquirido pelo coronel Agostinho José Moreira Rollo e posteriormente pertenceu ao comendador João Mâncio da Silva Franco. A partir de 1926, passou a abrigar a agência dos Correios e Telégrafos, que lá permaneceu até 1951. Suas paredes externas são de pedra e cal e as internas eram de taipa francesa. Possuía telhado em duas águas com beiral e sacadas com grades de ferro fundido trabalhado.

Segundo a tradição, nele teriam pernoitado as tropas de Duque de Caxias e Osório, em viagem ao Sul do país, durante a Guerra do Paraguai, ainda que nenhum registro tenha sido encontrado. O prédio do Correio Velho, apesar de sua importância histórica e arquitetônica, encontrava-se em avançado estado de deterioração, tendo restado de pé somente as fachadas.”

Para se ter uma idéia da condição do prédio imponente construído em 1839, símbolo da riqueza paulista na época , o telhado de duas águas desabou e acabou sendo removido.

O novo prédio do Correio Velho está sendo restaurado e prevê acessibilidade, por meio de elevadores, climatização para receber e manter documentos, além de cinemateca, biblioteca, área para palestras, cursos, entre outros para fomento da cultura e preservação do patrimônio.

A restauração é o resultado do Convênio Nº 64740/2011, celebrado entre o Iphan e a Prefeitura de Iguape. A licitação para a  restauração teve como vencedora a empresa Companhia de Restauro , com o valor global de R$ 1.866.257,04 . A previsão de entrega é dia 13 de fevereiro de 2015.

Caderno de Obra : Prédio do Correio Velho, em Iguape/SP

Esta série de posts “Caderno de Obra” vai mostrar a evolução das obras de restauração do Correio Velho, da Casa de Fundição e futuramente do Paço Municipal e Sobrado dos Toledos, em Iguape. As fotos acima mostram a situação no canteiro de obras do Correio Velho na data de 17 de março de 2014, em Iguape/SP. A restauração é o resultado do Convênio Nº 64740/2011, celebrado entre o Iphan e a Prefeitura de Iguape.

Presépio de crochet feito pela Dona Suzu Okiyama (90 anos) em Registro/SP

foto: Victor Hugo Mori

foto: Victor Hugo Mori

A Dona Suzu Okiyama (a casa dela está tombada pelo Iphan) tem 90 anos e fazia crochet “até quando as mãos estavam firmes” disse-me  ela. O que achei legal é a mistura das coisas. Os japoneses de lá são Anglicanos, fazem até crochet e inclusive Presépios para o Natal como ensinou São Francisco, e as figuras tem muito de japonês. No presépio da foto , o bebê está vestido (embrulhado e amarrado) como os bebês japoneses.

Victor Hugo Mori

Valorizando Iguape

forum

Uma pintura bem feita , usando cores e material adequado, valoriza o imóvel e contribui para o conjunto arquitetônico da cidade. O prédio da foto é o Fórum da Av. 9 de Julho, pintado recentemente a cal pelo Projeto Oficina Escola do Senai, com orientação do Iphan. Parabéns !

Veja também : Bons exemplos em Iguape/SP