Jornadas do Patrimônio acontecem de junho a agosto no Centro Lúcio Costa, no RJ

O Centro Lucio Costa, unidade do Departamento de Articulação e Fomento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), atualmente está se estruturando como uma Escola do Patrimônio e realizará, nos meses de junho, julho e agosto, as “Jornadas do Patrimônio”, no escopo de sua Agenda Brasil. Voltadas para o atendimento de demandas por capacitação para a preservação do patrimônio cultural com vistas ao Sistema Nacional do Patrimônio Cultural, a partir deste ano, as Jornadas do Patrimônio passam a fazer parte da estrutura do Mestrado Profissional do Iphan – PEP/MP, como Atividades de Extensão.

Como resultado da parceria entre Iphan e o Mestrado Profissional em Conservação e Restauração de Monumentos e Núcleos Históricos (MP-CECRE da UFBA), serão apoiados quatro minicursos, voltados exclusivamente para os alunos do MP-CECRE, na cidade de Salvador. As Atividades de Extensão voltadas para os servidores do Iphan constituirão em quatro jornadas promovidas na cidade do Rio de Janeiro e difundidas por videoconferência para as unidades do Iphan.

As Jornadas do Patrimônio em 2017, organizadas em parceria com o Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização (DEPAM), têm como principal objetivo contribuir para a melhoria das capacidades de servidores do Iphan nas áreas de conservação e restauro, sejam os jovens arquitetos e engenheiros que ingressaram no instituto com pouca experiência nas áreas de conservação e restauro; os profissionais com formação específica e vasta experiência, que possam contribuir para os debates; e ainda servidores de outras áreas de formação, para que se apropriem dos conteúdos dos diversos temas pertinentes à preservação. Das jornadas poderão participar também convidados externos, profissionais e estudantes interessados no campo da preservação do patrimônio cultural.

As quatro jornadas – agendadas para os dias 26 de junho, 24 de julho, 7 e 28 de agosto – contarão com palestras ministradas por um professor estrangeiro e apresentações, realizadas por servidores do Iphan ou professores brasileiros, de casos que espelhem os problemas enfrentados no Brasil e que contribuam para a capacitação proposta. Já estão confirmados os professores:

João Mascarenhas Mateus – Centro de Investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa;

María Margarita Segarra – Facoltà di Architettura da Università di Roma Tre;

Claudio Varagnoli – Facoltà di Architettura da Università degli Studi “G. d’Annunzio” Chieti-Pescara;

José Aguiar – Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa

As jornadas serão transmitidas por videoconferência para a rede Iphan, podendo contar também com público presencial no Rio de Janeiro. Os professores estrangeiros farão suas apresentações na parte da manhã e os brasileiros na parte da tarde. As apresentações contarão com um debatedor para levantar questões relacionadas aos casos apresentados.

Todo material didático utilizado nas apresentações será incorporado ao acervo do Centro Lucio Costa para disponibilização em futuras atividades formativas.

Por meio da apresentação e debate de casos atualmente desafiadores para o Iphan, espera-se enriquecer os repertórios de referências em conservação e restauro de servidores do Iphan e ampliar o interesse pelos temas da conservação, restauração, revitalização e renovação de bens imóveis e sítios urbanos apresentados pelos participantes externos.

As apresentações dos estrangeiros ocorrerão nas dependências do Centro Lucio Costa, no Rio de Janeiro, e as dos brasileiros em outras dependências do Iphan, por videoconferência, sem necessidade de deslocamento para o Rio de Janeiro.  Todas as aulas serão em português.

A 1ª Jornada do Patrimônio, no próximo dia 26 de junho, terá o seguinte Programa:

Manhã: 9 às 12:30 –João Mateus Mascarenhas – Pesquisador principal do Centro de Investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design (CIAUD) – Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa

Título da palestra:

“Introdução à História da Construção e sua relação com a preservação do patrimônio edificado”

Temas a serem abordados:

1) apresentação da História da Construção como campo de conhecimento útil à preservação;

2) como pesquisar, registrar e difundir o conhecimento sobre sistemas construtivos históricos;

3) como aplicar as antigas técnicas de execução considerando a prática e a tecnologia atual da construção civil;

4) comportamento estrutural dos sistemas construtivos tradicionais (com destaque para as alvenarias de pedra e tijolo, sistemas abobadados e gaiola pombalina) e decorrentes premissas para intervenções (p.e.: permissividade dessas estruturas quanto a supressões de partes e compatibilidade com novos materiais de reforço/ consolidação).

Tarde:

14 às 15 – Mariely Cabral de Santana – Professora do MP-CECRE UFBA

Estudo de caso: “Mestres Artífices na Chapada Diamantina: o registro de técnicas e sistemas construtivos tradicionais, em especial alvenarias de pedra e terra”

15 às 18h – Debates

Debatedora: Sandra Rafaela Magalhães Correa – Coordenadora Geral de Conservação/DEPAM

Os programas das próximas jornadas serão divulgados oportunamente.

Serviço:
Jornadas do Patrimônio acontecem de junho a agosto

Data:  26 de junho, 24 de julho, 7 e 28 de agosto. 9h às 18h
Local: Edifício do Teleporto / End.: Av. Presidente Vargas Av. Presidente Vargas, 3131 – 19º andar – Auditório. s Av. Presidente Vargas, 3131 – 19º andar – Auditório.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s