AAPCI realiza oficina sobre sustentabilidade em Iguape/SP

marli&jenny_sustentabilidadeEm continuidade as atividades previstas no projeto Gerando renda, motivando cidadãos, realizado pela AAPCI (Associação dos Artesãos Produtores Caseiros de Iguape) sob o patrocínio da Petrobras, aconteceu, nos dias 25 e 27 de agosto, a oficina sobre Sustentabilidade.

Com o objetivo de mostrar aos seus associados que o conceito de sustentabilidade tem um sentido muito mais abrangente do que o seu significado ambiental muito discutido atualmente, Marli Nishidate, ministrante da oficina sobre Sustentabilidade, explicou que a meta da AAPCI é se tornar sustentável economicamente, visando melhor gerenciamento e a promoção de seus associados e de seus produtos.

“Sustentabilidade para nós é um ente que necessita do apoio de todos”: “A oficina foi dividida em uma parte teórica e outra parte de discussão de metas e meios para alcançar a curto e médio prazo alguns resultados de sustentabilidade para a associação”, conta Marli. “Ressaltamos que a participação de todos os associados é fundamental para atingir os resultados que queremos e a expectativa com a oficina foi grande, pois uma melhor compreensão do significado de sustentabilidade é que vai nos ajudar no gerenciamento da associação”, continua. “Os associados colaboraram muito, identificando algumas ações urgentes que serão realizadas ainda neste segundo semestre de 2015”, explica. “Para AAPCI a sustentabilidade tem a conotação de um ente que necessita do apoio de todos, no qual a sustentação está nos associados e na sua participação nas atividades propostas pela entidade”, finaliza Marli.

“Iguape é uma cidade encantadora e emocionante!”: Maria Jenny Pierrot Alves, artista plástica recém chegada a Iguape, diz que desde que se associou à AAPCI, tem procurado adequar o seu trabalho com as características do local. “Eu acho interessante o artesanato apresentado aqui na AAPCI, pois são trabalhos do índio, do caiçara e da zona rural e eu, com os materiais que encontro na praia e nas ruas, como pedras e madeiras, busco fazer telas e outros artesanatos retratando as ruas e outros locais da cidade”, conta Jenny. “Acho Iguape uma cidade encantadora, na qual em cada canto, em cada espaço da cidade percebe-se a mão do escravo e das pessoas que trabalharam ali, percebe-se a força que tem. É emocionante!”, continua. “Aqui na associação dos artesãos, a AAPCI, eu encontrei um lugar que realmente valoriza tudo isto e na oficina sobre sustentabilidade eu pude sentir a vontade de interagir e unir cada vez mais os trinta associados num só objetivo que é o crescimento da AAPCI, buscando a valorização do trabalho de cada artesão e, principalmente, mostrar aos turistas e visitantes da cidade o quanto é importante o artesanato e a cultura local”, finaliza Jenny.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s