Comemoração ao Centenário da Colonização Japonesa é atração, em Iguape/SP

Por Emanuelle Garollo (texto e fotos)

Cerca de 400 pessoas passaram pelo espaço destinado as comemorações ao Centenário da Colonização Japonesa, ao lado da concha acústica, no último sábado (9). Quem esteve presente pode apreciar um pouco da culinária japonesa e diversas atrações ao longo do dia, entre elas, a apresentação do grupo de taiko, Ryukyu Koku Matsuri Daiko, de Curitiba, Rádio Taissô (Ginástica Rítmica Japonesa), apresentação do grupo de taiko do Bunkyo de Registro, entre outras.

A apresentação da Banda Municipal Maestro Aquilino Jarbas de Carvalho junto com o Coral da ACNBI, emocionou a todos que estavam presentes. O coral cantou o Hino Nacional do Japão e o Hino do Centenário. Outra atração que chamou bastante a atenção dos visitantes foi o museu de rua, elaborado pelo arquiteto e museólogo, Julio Abe, que contava a história da Colônia Katsura, em apenas 12 tópicos, distribuídos em seis painéis espalhados pelo local.

Quem passou pela festa pode conhecer também o projeto das futuras instalações da Praça do Jipovura, elaborado pela arquiteta e diretora da divisão de Habitação e Desenvolvimento, Claudia Talib de Mello. Segundo Claudia, a criação da praça é um marco para Iguape e para a colônia japonesa.

A festa contou com a presença, do prefeito Joaquim Antonio Coutinho Ribeiro (Tony Ribeiro), da vice-prefeita, Lumi Cabral, da primeira-dama, Jonice Ribeiro, do presidente da câmara, João Carlos Spínula, dos vereadores, Wilson Almeida de Lima, Beto Xavier, Ronaldo Ribeiro, do deputado estadual João Caramez, representantes da cidade de Pedro de Toledo, como o prefeito, Sergio Yasushi Miyashiro e o presidente da câmara, Milton de Mello, o vereador Cleiton Peniche, da câmara de Registro, presidente da ANBI, Hitiro Assano, entre outras autoridades.

O prefeito Joaquim Antonio Coutinho Ribeiro, fez um discurso emocionado durante a comemoração. “Como iguapenses, fizemos nossa obrigação em abrir Iguape, para a colônia japonesa, é com muito orgulho que somos um marco para a colonização”, afirma.

Tony ainda surpreendeu a todos, afirmando que possui a intenção de tornar a data (9 de novembro), uma data oficial, no calendário municipal. “Todos os anos iremos comemorar essa data, e temos uma satisfação imensa em participar ativamente dessa comemoração”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s