Artigo acadêmico faz reflexões sobre a política imigratória e o processo de formação dos núcleos de colonização japonesa em São Paulo

Segundo Rogério Dezem,  professor e mestre em História Social pela FFLCH/USP (2003), pesquisador do PROIN/USP (Projeto Integrado Arquivo do Estado de São Paulo/USP) e autor dos livros  Shindô-Renmei : terrorismo e repressão  e “Matizes do Amarelo” : A gênese dos discursos sobre os orientais no Brasil (1878-1908)  “em 18 junho de 1908 com a chegada da primeira leva de imigrantes japoneses ao Brasil, após algumas tentativas anteriores fracassadas, ocorreu a efetiva aproximação entre o governo japonês e o brasileiro. Mesmo que esta iniciativa tivesse naquele momento um caráter experimental (1908-1914), aos olhos das autoridades brasileiras, interessadas mais na manutenção da imigração branca católica e de origem mediterrânea, essa tentativa representou a inserção em território paulista de um “novo” tipo de imigrante (etnica e fisicamente): o japonês.”

Clique e leia em PDF o artigo completo Um exemplo singular de política imigratória: subsídios para compreender o processo de formação dos núcleos pioneiros de colonização japonesa no estado de São Paulo (1910-1930)”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s